Glenfiddich faz apostas ousadas: IPA Experiment e Project XX

Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Pin on Pinterest0Email this to someonePrint this page

Um dos mais celebrados nomes no universo do malte, a Glenfiddich tem investido na ousadia e inovação para criar variações especiais e inusitadas. O resultado disso está em dois recentes lançamentos da destilaria escocesa: o Glenfiddich IPA e o Project XX.

Em uma parceria entre o mestre destilador Brian Kinsman e o mestre cervejeiro Seb Jones foi criado o Glenfiddich IPA, um whisky finalizado em barris no qual foram armazenados uma cerveja India Pale Ale criada exclusivamente para isso, o que lhe confere nota cítrica marcante e um toque de lúpulo fresco. “A ideia por trás do Glenfiddich IPA é bastante incomum, mas, como somos apaixonados por whisky, queríamos brincar com os sabores e descobrir o que poderia ser criado”, justificou Kinsman.

O primeiro passo foi a criação de três diferentes cervejas IPA artesanais que seriam guardadas em barris de whisky para mais tarde serem usadas na série experimental. Em seguida, Kinsman selecionou nove barris com distintos períodos de uso e os reservou em um grande container fechado. O mestre destilador alternou o tempo em que as cervejas ficavam guardadas em cada barril para estudar o grau de penetração na madeira. Depois de retirar a cerveja, o whisky foi colocado de volta para se sentir a variação de sabor. Foi um lento processo até que Kinsman decidisse qual das três cervejas havia resultado na melhor combinação.

Já o Project XX (pronuncia-se twenty) foi o segundo experimento da série. Para colocá-lo em prática Kinsman convidou 20 experts de 16 países ao redor do mundo para visitarem a destilaria em Dufftown, Escócia. Nenhum deles foi informado sobre o que iria acontecer. Ao chegar à Conval Warehouse, o armazém da empresa, foram desafiados a vasculhar e provar dos mais de mil barris e escolher o que achassem mais marcante.

O leque de seleção foi amplo e contemplou desde barris pelo qual havia passado vinho do Porto a barris de xerez e Bourbon. Com os 20 barris escolhidos Kinsman criou um blended de maltes cujo o resultado é um whisky de múltipla personalidade, com toques apimentados de canela, taninos de Porto e notas de alcaçuz. “Eu queria criar um whisky inusitado; tradicionalmente cada whisky de malte e selecionado e embalado por um mestre destilador, mas o que aconteceria se isso fosse feito por 20 experts? Foi uma experiência que envolveu a personalidade do whisky”, explicou Kinsman.

Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Pin on Pinterest0Email this to someonePrint this page

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>